como tratar e prevenir a foliculite

Como tratar e prevenir a foliculite: saiba como se proteger

Muita gente sofre com a foliculite, aquela inflamação na pele que aparece depois da depilação com lâmina ou cera. Muito incômoda, ela pode coçar e doer. Mas o que é, como tratar e prevenir a foliculite?

A doença se caracteriza como uma infecção de pele que se inicia nos folículos pilosos e, normalmente, é causada por bactérias, fungos, vírus ou pelos encravados que acabam inflamando. À primeira vista, a foliculite parece uma espinha, mas ao contrário da acne, as pontas brancas aparecem em torno dos folículos e normalmente desaparece sozinha. Em algumas situações, a foliculite pode evoluir para um quadro mais sério e levar a perda permanente de pelos e ao aparecimento de cicatrizes.

A infecção apresenta vários tipos, com características e evoluções próprias. Apesar de muito incômoda, a foliculite tem tratamento e pode ser evitada. Separamos algumas informações sobre cada tipo da inflamação e algumas dicas sobre o que você precisa saber e como tratar e prevenir a foliculite.

Tipos de foliculite: superficiais e profundas

As foliculites superficiais são as mais comuns e atingem a parte externa do folículo piloso. Elas podem ser:

  • Foliculite estafilocócita: quando ocorre infecção por bactérias;
  • Foliculite por pseudomas: infecção por bactérias que se proliferam na água, como em banheiras e piscinas aquecidas;
  • Pseudofoliculite da barba: inflamação dos folículos na região da barba. É mais comum em homens negros;
  • Foliculite Ptirospórica: afeta em sua maioria adolescentes e homens adultos e é causada por fungos.

Já as foliculites profundas são mais complicadas. Elas afetam as camadas mais internas e extensas da pele.

  • Sicose barba: se caracteriza por pequenas inflamações na pele e com pus. Elas aparecem primeiro no lábio superior, queixo e mandíbula;
  • Foliculite por bactéria gram-negativa: podem surgir por uso prolongado de remédios para acne;
  • Furúnculos e carbúnculos: quando não tratada corretamente, algumas foliculites podem evoluir para um quadro mais complicado. A lesão fica vermelha, enche de pus, cresce e dói cada vez mais. Essas complicações deixam cicatrizes na pele;
  • Foliculite eosinofílica: afeta em sua maioria pessoas infectadas pelo vírus HIV.

Como tratar e prevenir a foliculite?

Antes de tudo, é importante buscar a ajuda de um médico Dermatologista quando a foliculite surge, principalmente se a inflamação estiver bem avançada. O diagnóstico pode ser feito apenas com o exame na pele, mas também pode ser necessária uma análise das amostras de secreção. Se a foliculite for persistente e se repetir muitas vezes, um tratamento pode ajudar bastante. Quem definirá qual será a melhor técnica de intervenção será o Dermatologista após a análise do seu caso.

Mas a foliculite pode ser tratada com antibióticos, quando tiver causa bacteriana; antifúngicos, quando houver infecção por fungos; com drenagem nos casos de furúnculos; e evitando a depilação dos pelos com cera e lâmina de barbear, trocando o método de retirada de pelos por outros mais eficazes, como a depilação a laser.

Algumas atitudes podem proteger a sua pele do desenvolvimento da inflamação nos folículos pilosos, então anota essas dicas de como tratar e prevenir a foliculite:

  • Lavar as mãos com frequência;
  • Manter a pele sempre limpa e seca;
  • Tomar banho com sabonetes antissépticos antes e depois da depilação;
  • Não usar roupas muito justas, já que elas aumentam o atrito com a pele;
  • Manter a pele frequentemente hidratada;
  • Beber muita água;
  • Evitar alimentos gordurosos;
  • Não depilar com lâminas e cera.

E o que fazer com a depilação?

Já que técnicas com lâminas de barbear e cera são responsáveis pelo desenvolvimento de muitas foliculites, que tal apostar em outros métodos? Os pelos não precisam ser um problema. Na verdade, eles podem desaparecer para sempre. Pensando nisso, a melhor opção é, sem dúvida alguma, a depilação a laser.

Além de deixar a pele lisinha e macia, sem pelos para sempre, o laser também protege as áreas tratadas de inflamações, pelos encravados e, claro, da foliculite.

Apostar na depilação a laser da Spazio é se livrar de vários incômodos de uma vez só. Depois do método Gás+Laser você nunca mais vai precisar se preocupar com os pelos e com as foliculites, garantindo muito mais segurança e conforto no seu dia a dia.

Então venha para a Spazio Depilação a Laser e seja livre todos os dias do ano.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *